terça-feira, 21 de julho de 2009

Só os vivos podem...



Quero aproveitar o que eu tenho de melhor! De nada me adiantam todos os sonhos, menos ainda tudo que já conquistei quando eu não mais puder aproveitar.

Sem desperdícios, aproveitar o que eu tenho de melhor: A VIDA!

Se os olhos são a porta da alma, quero dividir o que levo em meu olhar. Dividir é a única forma de aumentar, na matemática eternal.

Quero ter a certeza de quem eu sou e qual o meu papel nesse mundo. Levando comigo a verdade das minhas origens e da minha nação. As que eram vistas antes de nos darem os espelhos de Renato Russo. Se realmente pararmos pra pensar, o amanhã não existe. O agora não é apenas a continuidade do tempo, que liga o nosso passado ao futuro: é a única coisa que temos.

Só os vivos podem fazer aquilo que os que já estiveram por aqui queriam fazer e já não o podem mais.

Desejo romper as barreiras desse mundo, captar através das minhas próprias retinas tudo o que nele há. Compartilhar com as pessoas que ainda não foram tudo que vi e o que levo em meu olhar, que é poderoso para salvar a alma, renovar sonhos e dar vida àquilo que já havia sido esquecido.

Lembra-las que nenhuma lágrima secou sem que fosse notada e que não estão rejeitadas na eternidade. Só os vivos podem comunicar essa verdade, e só os vivos podem recebe-la!

Por isso quero levar através da arte em suas formas criativas, cantos, tons, cores, perfumes e os seus diversos meios para alcançar aquilo pelo qual também fui alcançado!

Que meus textos sejam lidos e que neles existam vida! Que eles inspirem as pessoas a também extrair em palavras seus sentimentos e o clamor por essa eternidade em nossos corações! Que esses sejam registros de momentos mágicos e inspiradores que me foram dados pelo mesmo que disse à mim: Enquanto você for, e aonde você for, ensine as pessoas a ganhar e guardar tudo que você tem.

Só os vivos podem vencer seus medos e aprender novamente a beber da eterna fonte da vida.

Digo o que só os vivos podem dizer: Eis-me aqui! Envia-me a mim!

5 comentários:

Lita* disse...

amém

Celebrando a Vida disse...

Que a força das suas palavras continue marcando vidas pela prática delas. Quem te conhece sabe e quem quiser conhecer saberá. Tua estrada é única, feliz quem puder contigo andar e aprender a servi-LO.

Lita* disse...

hahahahah mula????
amém, obrigada pelas palavras.
Amo vc..
bjus

Lamede Sarah disse...

Tem um documentário, sobre vida e morte, que diz: "Nós que aqui estamos, por vós esperamos". se não me engano isso está escrito na entrada de um cemitério. Foi nisso que pensei quando li esse texto.
Só temos o agora. Não o hoje. Hoje vai até meia-noite, mas o agora é um instante. Até meia-noite muita coisa pode acontecer. Mas o agora passa rápido. É com esse tempo que temos que trabalhar. E lembrar que daqui a pouco estaremos junto daqueles que por aqui já estiveram.

João Romova disse...

Filhote... texto forte hein? Li várias vezes imaginando você preste a gritar!

Parabéns!