quinta-feira, 4 de março de 2010

Não é amor...




Já me cansei de ver as pessoas fazendo tudo em nome do Amor.
Culpas indevidas, responsabilidade transferida. Tudo em nome de um estranho e indescritivel fenomeno chamado amor. Tudo vale, nada do que eu não quero explicar tem a necessidade de ser explicado, já que estou fazendo em nome do amor.

Sinceramente, além do que está escrito em 1 corintios capítulo 13, eu não consigo ainda definir muito o amor. Mas sei dizer o que ele não é. Podemos começar com uma lista do que NÃO É AMOR. 

O Amor não traça o seu destino. Isso é GPS.
O Amor não te deixa sonhando acordado. Isso é sonambulismo.
O Amor não faz tudo fluir melhor por dentro. Isso é Activia.
O Amor não te deixa quente e te leva pra cama. Isso é dengue.

O Amor não te deixa molinho e manhoso. Isso é Rivotril.
O Amor não faz seu mundo girar sem parar. Isso é labirintite.
O Amor não fica se declarando na madrugada. Isso é embriaguez.
O Amor não leva café na cama e dá na boca. Isso é enfermeira.

O Amor não dá um norte na sua vida. Isso é bússola.
O Amor não torna o céu todo colorido. Isso é fogos de artifício.
O Amor não te faz sentir preenchido. Isso é ceia de ano novo.
O Amor não te faz simpático e amoroso de repente. Isso é Natal.

O Amor não te deixa radiante. Isso é acidente de Chernobyl.
O Amor não te enche de flores. Isso é funeral.
O Amor não faz você chorar sem motivos. Isso é cebola.
O Amor não faz perder a noção do tempo. Isso é horário de verão.
O Amor não muda o que está na sua frente. Isso é controle remoto.

O Amor não faz esquecer dos problemas. Isso é mal de Alzheimer.
O Amor não faz você se sentir em outro mundo. Isso é autismo.
O Amor não faz o coração bater mais rápido. Isso é arritmia.
O Amor não te sincroniza com o outro. Isso é Bluetooth.
O Amor não dá sentido ao que você vê. Isso é legenda.

O Amor não faz a gente perder a cabeça. Isso é guilhotina.
O Amor não rejuvenesce. Isso é peeling.
O Amor não traz a lua e estrelas pra perto. Isso é o Google Earth.
O Amor não é ver-se no outro. Isso é crise de personalidade.
O Amor não te torna leve, nas nuvens. Isso é voar de asa delta. 

O Amor é outra coisa....


4 comentários:

Talita disse...

huahuahuahu c é ótimo.....deveríamos ler isso toda vez q ñ temos explicações pra coisas q fazemos em nome do amor hihihihihi.....

e tem gente se declarando hein????

bjus
Cuh

vivi disse...

realmente este texto é otimo...
nós insistimos em tentar definir o amor, mas no fundo sabemos que toda e qualker explicaçao fora do comum que tentemos dar para descreve-lo nao passa de uma idealizaçao de algo que já existe...
Nao eh amor...disse tudo de um jeito comico, o amor nao pode ser explicado!

william disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk olha só eu nao sou de fato a melhor pessoa pra falar do amor mais nao posso deixar de deixar meu recado ha ha h muito bom esse texto o duro é que agente ja sentiu quase todos esses sintomas !!!! mais como agente é amador né??? eu me incluo nessa lista nossa como pude ser tantas vezes um otário

Lamede Sarah disse...

HA HA HA...
Muito engraçado. Você "inventou" tudo isso sozinho? Muito bom...
Te amo!! Mas te amo de verdade, não com todos esses "sintomas" aí...
Beijos...